QUEM SOU EU

 

Meu pai nasceu em uma família muito simples no interior de Minas Gerais, Araxá. Tinha três irmãos, sua mãe, dona de casa e seu pai mecânico. Com 30 anos seu pai sofreu um AVC que paralisou metade do cérebro. Isso obrigou desde cedo ele e os irmãos trabalharem para se sustentarem. Pelo que sei (ele já desencarnou), ele vendeu jornal, plantou tomate e fizeram o que podiam para sobreviver, migrando para Belo Horizonte pouco após o início da adolescência.

 

Em Belo Horizonte perdia todos os empregos devido à dificuldade de acordar de manhã devido ao sono pesado, juntou o pouco que conseguiu e iniciou de baixo seu próprio negócio uma espécie de cantina, no ramo da alimentação.

 

Com muito esforço o negócio cresceu e veio conhecer minha mãe, se consolidando em BH como empresários.

 

76887.jpg

 

Eu sempre me identifiquei com a espiritualidade. Pisciano nato, desde criança tinha meus incensos, cristais e velas, muito diferente dele que se considerava ateu. Minha mãe se considerava católica, mas nunca foi à missa.

 

Nunca me adaptei em escolas, e quando entrei na faculdade de biologia, pois sempre amei a natureza, fiz alguns períodos até ver que não adiantava eu querer seguir uma cronologia que é o normal para muita gente, não ia dar certo.

 

687.jpg

 

 

No entanto, eu estava longe de descobrir meus verdadeiros dons. Nessa época pensei: "Poxa! Eu gosto mesmo é de mato, vou unir o útil ao agradável, e abri uma criação de tilápia". Casei tive dois filhos, Jade e Miguel, e até um certo tempo deu certo.

 

Mas como não era isso que minha alma escolheu para essa encarnação, uma hora as coisas começaram a dar muito “errado”. Hoje eu sou infinitamente grato por não ter dado “certo”, pois se desse eu não teria me encontrado e encontrado meus verdadeiros dons e propósitos.

 

Me separei e após um tempo, a minha noite escura da alma começou, entrei numa crise financeira pesada bem como afetiva, e então me deparei com que eu chamo de ferida sagrada, aquilo me fez sofrer tanto que um Nilson teve que morrer para o verdadeiro Nilson nascer.
 

 

Na tentativa de me curar dessa ferida sagrada eu conheci o Tarot e as terapias holísticas, como a Radiestesia, as Barras de Access, o Reiki, a  Leitura de Registros Akáshicos e o Tethahealing.

 

Claro, como cliente e não como terapeuta. No entanto, a medida que eu me curava, eu percebia que eu queria mesmo era trabalhar com isso, exatamente as ferramentas que estavam me curando e transformando, passando a fazer cursos e a medida que a jornada de autoconhecimento foi se aprofundando eu despertava meus verdadeiros dons e tinha cada vez mais certeza que eu nasci para ser um terapeuta, um agente para orientar as pessoas se acharem, se curarem e a saírem da noite escura da alma delas.

 

É o que sei fazer de melhor, pois vim nesta vida para através das minhas próprias  experiências, aplica-las, na prática, aliadas aos cursos, ser um agente de transformação na vida das pessoas.

 

E aqui estou hoje, me disponibilizando a cumprir essa missão de orientar as pessoas acharem os caminhos necessários dentro delas mesmas para transpor a escuridão e chegarem na luz da plenitude de seu próprio SER.